Do meu canto

Do meu canto irei opinar, comentar, desabafar, laurear, destacar ou... simplesmente escrever. Este blog servirá para fazer chegar ao Mundo a minha voz, vinda do meu canto. É um blog de mim, para mim e para outros...

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

segunda-feira, abril 10, 2006

Foi sussurrado...

Sometimes you don't need to see the world sssssssssssssssssssssssssss sssssssssssssssssssssssss to know that your place is back home.

segunda-feira, março 13, 2006

Momentos especiais de um dia

Hoje sinto-me particularmente feliz. Até existiriam alguns motivos para estar tristito se estivesse num dia de “copo meio vazio”, mas hoje não. Hoje sinto-me de peito cheio e com um sorriso que insiste em ficar sempre à mostra.

Deixo-vos com os 3 momentos especiais que fizeram com que o meu dia fosse ainda mais solarengo
- dar um beijo extra à M., que ainda dormia, antes de sair para o trabalho
- passar de metro a ponte D. Luiz e ver o Porto, o “meu” Porto, lindo como sempre
- passar por um infantário e ouvir as gargalhadas dos miúdos a brincar no recreio

Livros novos vs. livros “velhos”

Arrumado e limpinho como sou é claro que sempre adorei os livros imaculados. Nunca consegui sequer sublinhar um livro, evitei dobrar as páginas e criar vincos nas lombadas, enfim sempre deixei os livros como novos e sempre esperei isso dos outros. Não ia muito na coisa de ler livros em mau estado.
No entanto, recentemente, eu e a M. comprámos livros usados no Ebay e ganhei um gostinho especial pelos livros “velhos”. Atenção que faço a distinção entre um livro que me chega às mãos em pior estado por descuido e um que chega assim por “velhice”. Dos primeiros não gosto, dos outros adoro. Gosto de saber, de ver, que um livro que estou a ler foi lido por outros, que também “tocou” a vida de outras pessoas e pergunto-me que impacto é que terá tido nelas. Será que elas também gostaram? Quem seriam e porque escolheram este livro?...

Um livro é sempre mais que apenas um conjunto de palavras em papel, tanto mais...

sexta-feira, março 10, 2006

Muitos Parabéns!!!


Meu amor,

Muitos e muitos Parabéns!!!

Hoje fazes 25 aninhos e espero que este dia esteja recheado de alegria, presentes e amor (essa é a minha parte favorita).


Que daqui a outros 25 anos estejamos os dois numa mega celebração, rodeado dos nossos filhos, familiares e amigos e a 6 meses de festejar a nossa boda de prata, felizes como somos hoje. Esse é o meu desejo, para ti, para nós.


Amo-te.
Sempre teu,

quinta-feira, março 09, 2006

6 meses...


Hoje fica a faltar exactamente 6 meses para o dia do nosso (meu e da Bruxinha) casamento.

Tudo está a ir lindamente... boa-disposição, entusiasmo, algum stress e muita felicidade.

It’s the final countdown...


Bruxinha,

Amo-te perdidamente...

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Cirurgia


Como a Bruxinha já disse, na sexta-feira dia 3, fui sujeito a uma leve intervenção ao nariz. Nada de muito complicado, mas foi algo que obrigou a estar com dois tubos enfiados pelo nariz a dentro durante uns dias e algum repouso para recarregar energias.
A recuperação está a ir muito bem, por vezes ainda sinto o nariz esquisito, e a cirurgia parece ter sido uma operação modelo em que tudo está a ser como vem nos livros.
Passei apenas uma noite no hospital, para grande surpresa minha quase não tive dores, obviamente que os analgésicos ajudaram, e a coisa decorreu sem grandes stresses da minha parte, ou não fosse esta a minha 6(!!!) intervenção cirúrgica. Qualquer dia pareço aquele General do filme Ases pelos Ares que já nada nele é de origem. lol ;) E julgo que a Bruxinha pode confirmar que estive relativamente bem disposto e não me queixei muito... embora confesso que por vezes fiz um bocadinho de beicinho para ter direito a mais miminhos da minha enfermeira particular que tão bem cuidou de mim.

Passei a semana toda em casa, sem trabalho (o que já não acontecia desde Abril de 2005!!!), a dormir até tarde, a ver filme e séries... a descontrair e recuperar.
Curiosamente, e ao contrário do que pensei, não fiz nenhum post aqui... acho que foi por a companhia ser tão boa que nunca me apeteceu trocar um colinho quentinho e um episódio do Friends por 30 minutos na net. ;)

Num dos dias em que já estava melhor, aproveitamos o tempo livre e fomos testar vestidos de noiva, ou melhor, ela experimentava e eu apenas ficava maravilhado e derretido. ( Meu amor, qualquer que seja a tua escolha, vais ser uma noiva linda, Linda! Naquele dia serás a verdadeira “princesa” com que sonhas. Porque julgo que é isso mesmo que o casamento vai ser... um sonho tornado realidade, para ti e para mim, para nós.) Fomos a umas quantas lojas e agora a coisa está reduzida a meia dúzia de vestidos, cada um mais bonito que o outro. No próximo fim-de-semana devemos lá voltar de modo a que ela possa tomar uma decisão mais... hmm, informada.

Obrigado meu amor, por todo o carinho e atenção que me deste. Tive tratamento de luxo.

terça-feira, fevereiro 14, 2006

Fui apanhado!

Pronto, finalmente fui apanhado! Amor, as tuas dúvidas foram confirmadas... sou oficialmente um TS (Tarado Sexual) condenado ao segundo nível do Inferno de Dante. LOLOL

The Dante's Inferno Test has banished you to the Second Level of Hell!
Here is how you matched up against all the levels:
LevelScore
Purgatory (Repenting Believers)Very Low
Level 1 - Limbo (Virtuous Non-Believers)High
Level 2 (Lustful)Very High
Level 3 (Gluttonous)Moderate
Level 4 (Prodigal and Avaricious)Low
Level 5 (Wrathful and Gloomy)Moderate
Level 6 - The City of Dis (Heretics)Low
Level 7 (Violent)Moderate
Level 8- the Malebolge (Fraudulent, Malicious, Panderers)Low
Level 9 - Cocytus (Treacherous)Low

Take the Dante's Inferno Hell Test

Manias...


Ora bem, a pedido da minha menina cá estou eu a partilhar cinco manias minhas:

1 Rotinas – Como sou bastante distraído tenho de fazer pequenas rotinas para tudo e mais alguma coisa de modo a não fazer palermices. Desde meter a roupa no saco para o ginásio, a sair de casa de manhã tudo tem o seu pequeno esquema para ver se nada fica para trás, tipo os chinelos para tomar o duche ou o telemóvel.

2 Pipocas no cinema – Sempre que levo pipocas para o cinema só consigo comê-las enquanto espero pelo filme, porque uma vez que ele comece paro logo. É como se ficasse mais propenso à distracção e não saboreasse tanto o filme... pois, eu sei, que não tem nada a ver, mas é mania...

3 Computador – Sempre que chego ao trabalho ligo o computador e abro pela seguinte ordem: Windows Explorer, Outlook e 3 páginas do Internet Explorer, sendo que a primeira é para o meu email do Hotmail, a segunda para o Gmail e a terceira para o que quiser. Agora estou tão habituado a isto que se mudo passo o dia todo a abrir a janela do Outlook em vez de ir verificar determinado ficheiro.

4 Quinquilharia – Tenho normalmente a mania de guardar tudo, porque acho sempre que vai chegar o dia em que vou gostar de ver o bilhete para a Queima de 2002 ou porque a EDP vai reclamar da factura de Abril de 1987. Com a minha saída de casa muita coisa foi para o lixo e estou cada vez mais contido neste mania, mas mesmo assim tralha é comigo.

5 Limpeza e arrumação – Não é que eu seja como a Monica do “Friends” , mas gosto de ter as coisas arrumadas e muitas vezes se vejo a desarrumação da casa fico nervoso e tenho um impulso de, pelo menos, dar um jeitinho. A M. tem sentido isto na pele e não há fim-de-semana que passe sem que ela tenha de me dizer: “Relaxa homem, pára com esse stress todo”. E coitada dela... se lhe digo mais alguma vez que um dia destes temos de arrumar o escritório, ela mata-me. Lol

Relendo não sei bem se são manias ou apenas reflexos da minha personalidade, mas cada um de nós tem direito às suas idiossincrasias, portanto...

Ah e não sou capaz de castigar mais cinco pessoas a fazer isto, por isso fico por aqui. ;)

For my xweet valentine

Contigo sou feliz como nunca... tu completas-me.




Amo-te.



Por vezes as mensagens mais simples são as mais carregadas de significado.

sexta-feira, janeiro 27, 2006

Vista do Porto

Muito recentemente passei a ter Metro mesmo à porta de minha casa e com isso passei a deixar o carro a cargo da M. e eu lá vou de transportes públicos.
Saio na Casa da Música e ando um bocado a pé até ao emprego, a descer a eterna Avenida da Boavista, num percurso que demora, na sua totalidade, entre 30 a 40 minutos a fazer. É verdade que demoro um pouco mais que o normal, 15 minutos de carro se não houver transito, mas em contrapartida passei a adorar a ida para o trabalho...
Agora vejo a cidade a acordar, as pessoas a irem para os seus trabalhos, estudantes a dirigirem-se para as aulas, uns cheios de sono e a denotar-se uma noite anterior prolongada, outros cheios de energia e vivacidade. Sinto os cheiros da minha cidade, vejo quão bela esta magnífica cidade é quando passo pela Ponte D. Luís. Não existe vez alguma em que não pare a leitura e olhe lá para fora.



E sabem qual o meu momento favorito? Quando saio da estação e ao descer a avenida sinto aquele ar frio matinal na minha cara, é revigorante, refrescante... dá-me uma enorme sensação de bem-estar e sinto-me em paz, afortunado por tudo o que tenho.

Como se isto não bastasse o Metro fica mais barato que ir de carro e é mais ecológico. :))

Ausência

Estive ausente deste blog durante muito tempo, tempo demais dirão os meus fãs (lol) e tempo de menos os meus inimigos (oh não, o chato voltou a escrever! lol). Uma combinação de razões levou a este afastamento... cansaço e falta de vontade, falta de tempo, sei lá... o próximo post, por este ou aquele motivo, foi sendo consecutivamente protelado e reprimido.

Não planeio voltar a “fugir” tão cedo, mas deixei de fazer promessas deste tipo.
Bem... agora é hora de pôr as mãos à obra, de tornar este meu cantinho mais activo. :)